Menu

Qual a diferença entre as impressoras antes de comprar?

QNo Brasil, existem diversas marcas e modelos de impressoras instaladas e em pleno funcionamento. 

Todos os anos, fabricantes de impressoras lançam novos modelos de impressoras com maior capacidade em velocidade de impressão, novos recursos que permitem facilitar a vida dos operadores e até mesmo correção de defeito. Fica a questão: qual seria a melhor compra para minha empresa? 

O mais comum é adquirir a mesma marca de um determinado fabricante, seja por costume ou pelo simples aprendizado e facilidade operacional. Mas, nem sempre a mesma marca atende suas necessidades diárias.  

Primeiramente, acredito que seja mais importante é o fato de ter uma assistência técnica próxima  a sua empresa ou cidade. Não vamos falar do atendimento do pré e pós-venda, mesmo porque isso é básico entre marcas. Bom atendimento e um excelente pós-venda é o mínimo que se deve ter. 

Maior dúvida dos empresários que estão pensando em renovar seus equipamentos instalados. Sendo que, muitos deles imprimem 24 horas por dia. Mas, vamos ao pontos que diferenciam as marcas e modelos que estão disponíveis no mercado. Olhando para uma impressora, todas as marcas possuem um design parecido, mas internamente são diferentes. 

O ambiente de instalação: diferente entre fabricantes, existem algumas diferenças mínimas. O ponto mais importante é a sala de impressão, ou como gosto de chamar “Laboratório de Impressão”. 

Todos os equipamentos de impressão necessitam de uma rede elétrica estabilizada corretamente. Alguns desses equipamentos obrigatoriamente necessitam de um aterramento perfeito que não podem passar de 3 ohms. Sim, isto evita todos os transtornos de estática que prejudicam muito as cabeças de impressão. Chegando até o ponto de como a gota da tinta é disparada corretamente sem ter deflexão dos nozzles e, consequentemente, elevando a durabilidade desta peça importante. 

A estrutura deste equipamento vai suportar todas as exigências que tenho? 

Sim, isto é muito importante. Qual o peso que essa máquina aguenta para tracionar corretamente o material? Ou, qual seria o peso suportado pela mesa de impressão para conseguir imprimir meus trabalhos?  

No caso das impressoras UV, ou das máquinas sublimática, existem casos em que um reforço na estrutura da empresa. Pelo menos onde vai a bolinha de papel que alimenta a máquina, mesmo porque mesmo que o manual diga uma coisa, a realidade é bem diferente. 

Outro ponto importante são os softwares ripados de imagens. Algumas marcas já fornecem esses programas junto de seu equipamento, mas nem sempre é o ideal para você. Alguns programas que vem com as impressoras são completamente fechados. Pode-se fazer alguns ajustes, mas não criar perfis em sua totalidade. Se precisa de liberdade para criar perfil de cores, talvez um software avulso seja o melhor. Porém, deve pesquisar antes de escolher o software para ter certeza de que possui os drives necessários para sua impressora funcionar corretamente. 

Outra parte importante são as peças de reposição. Bons fabricantes de impressoras tem em seu estoque o mínimo de peças proporcional a quantidade de equipamentos vendidos. Certifique-se de que esse é o caso do fabricante com quem está comprando. Não deixe para importar na última hora determinada peça. 

Falando em peças, cuidado com os sites internacionais. Alguns empresários compararam valores das peças antes de comprar, decidiram que os valores dos sites eram mais conta. Porém, não contou com o valor do frete e com a alfandega, que pode barrar os equipamentos. No final, o barato saiu cinquenta reais mais caro, e quinze dias mais demorado. As revendedoras do Brasil seguem a tabela de valores sugerida pelos fabricantes, do meu ponto de vista, compensa comprar com as revendedoras.  

Não podemos esquecer a parte operacional. Alguns operadores gerenciam até cinco equipamentos simultaneamente. Um equipamento com maior facilidade operacional, aumenta e muito a tranquilidade dos operadores e assim eles podem garantir uma maior produção com mais qualidade nos resultados, consequentemente menos prejuízos para sua empresa. 

Mas para isto acontecer o fabricante do equipamento ou a revenda tem que treinar corretamente o operador. Sem deixar escapar nenhum detalhe. Quem opera a máquina já sabe muito bem imprimir. Quanto mais souberem manusear, menos problemas acontecerão. São detalhes que no dia a dia valem muito a pena oferecer aos clientes. Acredito que nem os fabricantes, nem seus clientes querem ter dores de cabeças por alguma informação que foi deixada de lado. 

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

– Publicidade –

Notícias Recentes

Cadastre-se

Fotos Recentes