Impressão digital de livros sob demanda é destaque em 2015

13/03/2015   Publicado por Marina Deotti  

Eduardo Buck, diretor da ExpoPrint Digital 2015, ressalta a evolução da impressão digital no Brasil

O segmento de impressão digital de livros vem crescendo e cada vez mais alcançando números importantes dentro do mercado de impressão. Movimentações no mercado indicam que o setor, impulsionado especialmente pela impressão digital sob demanda, está em alta e é uma interessante oportunidade de novos investimentos.

A impressão digital sob demanda traz beneficia e redefine a cadeia de produção de livros impressos, como facilidade de personalização, economia de insumos, maios flexibilidade do trabalho, grande economia com questões como estoque e perdas, menor possibilidade de obsolescência do material, rapidez para que a obra possa chegar ao mercado, dentre outros pontos. Isso faz com que os editores possam se preocupar mais em conteúdo e menos em questões estruturais.

Recentemente, o Financial Times publicou uma matéria citando o levantamento Nielsen BookScan, que mostrou que nos Estados Unidos o mercado de livros impressos cresceu 2,4%. Austrália e Reino Unido também tiveram números animadores, o que retoma uma expectativa positiva para o ano de 2015. No mercado, as aquisições mostram a força da impressão digital de livros.

Para Eduardo Buck – diretor da ExpoPrint Digital 2015 e gerente de Vendas de Grandes Contas da Canon – o diferente pode estar em oferecer ao cliente final a quantidade de impressão que este deseja por um preço acessível e com um produto de qualidade, caso da impressão sob demanda: “A impressão sob demanda é uma oportunidade para alcançar novos mercados e fortalecer a presença nos já existentes. Podemos oferecer serviços para os setores de baixo e médio volume de impressão, produzindo livros com qualidade superior e na quantidade exigida pelo cliente”, explica Buck.

Fonte: Redação.




Notícias Relacionadas:

Não foram encontradas notícias relacionadas

Veja Também: