Menu

Amor às Imagens

Seja para fins estéticos ou críticas, uma imagem emoldurada tem, sim, o poder de retratar um sentimento de alto impacto. Uma imagem transforma um ambiente da mesma forma que a energia de uma pessoa.

Quando decidimos contar a história do jovem e ousado Ricardo Bonfim tínhamos uma certeza: é o tipo de trajetória que vai estimular muitos empresários à reprodução de imagens a partir da maravilha que é dar vida nova às cores.

Um contraponto ao conceito padrão de se pensar em arquivos de forma binária até a entrega de um impresso. Em outras palavras: elaborar imagens como produtos além da prestação de serviço. Mas o mais incrível desta matéria de capa não teremos como mostrar.

E por motivos óbvios: não há como reproduzir a energia e a alegria do empresário Ricardo Bonfim. Ele é um entusiasta do seu segmento, disposto a ajudar na transformação do mundo com cores, empenhado em dar o exemplo para que outros, além dele, entreguem algo além de uma mídia impressa. Ricardo contagiou a todos do nosso time e em momentos diferentes.

Para vocês terem uma ideia do que isso representa, entre pauta, entrevista, foto, produção, validação do conteúdo e revisão, são quase três meses de trabalho – e vários contatos.

Nós já contamos muitas histórias em 20 anos de revista. Vimos diversos bons empresários que deixaram o espírito criativo de lado para dar conta da burocracia e o desafio de empreender no Brasil. E sabemos que não é fácil. Mas ver alguém do lado de fora da caixa, cheio de entusiasmo e felicidade em fazer diferente, unindo a visão empresarial à criatividade, é muito revigorante.

Nos lembra que dá sempre para fazer algo diferenciado, não importam as circunstâncias – importam mais a disposição e a mentalidade voltada para essa diferenciação. Essa foi a minha percepção e eu quero dividir esse insight com vocês.

Não é tão somente imprimir imagens com a melhor tecnologia disponível. Até porque os resultados são diferentes entre empresas que detêm a mesma tecnologia. É sobre como nós, empresários e executivos, devemos perceber os nossos negócios. Além do resultado, tem de ser divertido.

Ter prazer no que se faz para ir além. E Ricardo não poderia escolher nome melhor que o representasse: Bravo é a forma que usamos para reverenciar algo ou alguém que fez uma ótima apresentação.

Alguém destemido, danado, valente, com coragem. E logo eu, que tenho imenso prazer em fazer o que eu faço, não poderia terminar este texto sem agradecer a todos que nos acompanham e dizer ao Ricardo Bonfim: Bravo! Continue sendo essa inspiração.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

– Publicidade –

Notícias Recentes

Cadastre-se

Fotos Recentes